Linhas Terrestres de Moçambique ameaça falência devido ataques na EN1

Linhas Terrestres de Moçambique ameaça falência devido ataques na EN1

Os constantes ataques na principal estrada do país poderão levar a empresa de transporte interprovincial de passageiros Linhas Terrestres de Moçambique (LTM) a fechar portas. Com apenas três autocarros a funcionar devido à pouca afluência, quando o normal seriam dez para a época do ano, a empresa enfrenta graves prejuízos financeiros, afirmou o director administrativo e sócio da LTM. Subhan Mustafá refere que a intensificação dos ataques no troço Muxúnguè-Rio, desde novembro, levou as pessoas a evitar viajar por via terrestre. No período eleitoral, as viagens foram suspensas durante quinze dias o que afectou ainda mais o negócio. A LTM já sofreu dois ataques aos seus veículos, um com poucos danos, mas o mais recente provocou três feridos.

Naquele troço da EN1 os veículos são obrigados a conduzir com escolta devido à insegurança da via. No entanto, os ataques continuam.

Fonte: @Verdade

 

SIMILAR ARTICLES

0 125