A corrupção boa

A corrupção boa

Este post foi originalmente publicado neste site

por João Távora, em 21.03.16

 (…) Se o potencial corrupto é “um dos nossos” trata-se invariavelmente de uma cabala; se o potencial corrupto é um adversário político, deve ser linchado. Este maniqueísmo, que corrompe a inteligência, está espalhado na sociedade e atravessa todos os quadrantes políticos. É evidente que vive da enorme tolerância com que, tanto em Portugal como no Brasil, as elites convivem com o fenómeno da corrupção.

Em Portugal, o caso Sócrates foi exemplar a este respeito. (…)

Ana Sá Lopes sem papas na Lingua hoje no Jornal i 

 

SIMILAR ARTICLES

0 84