Pornográfico

Pornográfico

Este post foi originalmente publicado neste site
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 03.08.2017 às 10:37

Eu sei porque não sabe.
Porque há uma contradição nessa crítica.
Quem defende a lei do Mercado não pode postar um texto assim.
João de Brito

Imagem de perfil

O que tem uma coisa com outra?
Você não defende uma economia de mercado? Conhece alguma melhor?
A impropriamente chamada “lei do mercado”, obviamente, não pode funcionar sem regras. Nem o império do lucro pode funcionar sem travões.

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 14:40

Pedro, mas agora quer legislar sobre aquisições e remunerações de empresas privadas como o Barcelona FC e o PSG? Não tarda junta-se ao Bloco na proposta de limitação de tectos máximos salariais. Já o imagino com uma t-shirt do Che….mas de marca, claro está! ! A Ralph Lauren não terá para aí uns pólos do Che?…o Che montando um cavalinho, jogando ao pólo…garanto-lhe que pegava!!!

Imagem de perfil

A questão não é essa. A questão é que isto nada tem a ver com “preços de mercado”.
Pelo contrário, isto adultera o mercado. Desde logo, parece colidir com as regras de ‘fair play’ financeiro da UEFA: qualquer resquício de equidade evapora-se de vez. E provoca um sério choque inflacionário na indústria do futebol: os preços vão disparar, a espiral da dívida aumentará em flecha.
Convém também seguir o rasto desta verba astronómica. À atenção das autoridades jurisdicionais – do desporto e não só.
Finalmente, está por demonstrar que um único jogador – e desde logo Neymar – justifique estas cifras galácticas.
O futebol de alta competição deixou de ser um desporto e tornou-se um jogo de fortuna e azar. Uma espécie de roleta russa.

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 16:50

Meu, caro é o lema tão caro à eonomia neo clássica -” Sobrevivência do mais forte”. Os fracos devem desaparecer e dar lugar aos mais aptos -” destruição criativa “. Não tenhamos misericórdia, Pedro!!! Quanto à adulteração do mercado é a mesma que existe entre a concorrência da Sonae hiper hipermercados e a mercearia do meu bairro, A Família da Fruta. Se andam indignados que não vejam bola e não paguem as quotas. Quanto ao valor real de Neymar, pergunto-me e o Mexia? E o Jardim Gonçalves e…..penso que o valor do Neymar é mais justo do que o daqueles dois….

Imagem de perfil

Comparar Neymar com Mexia é uma heresia. Rima e é verdade.
Neymar deve ser comparado com Messi ou Ronaldo, por exemplo. Perde em toda a linha com a comparação: não foi nem será o melhor nem o mais forte.
É apenas o mais caro.

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 16:56

E eu a pensar que nos dias de hoje ser o mais caro era ser-se o melhor!
Afinal o que pagamos quando compramos o mais caro?

Imagem de perfil
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 17:06

Pedro, isso é apenas para pobre acreditar! Ficam mansos….

Imagem de perfil
Sem imagem de perfil

De José a 04.08.2017 às 17:15

O Caro Pedro tem razão, toda, o caso Neymar só revela que certas pessoas na Europa não sabem o Economia de Mercado, pensam que é a Lei da Selva, se o BE é contra a Lei da Selva eu também sou e não me identifico minimamente com gente com ideologia flutuante, este conceito demoraria a explicar. O desporto americano é o mais democrático do Mundo, mas tem limites. A NBA como exemplo, tectos salariais para as equipas, para que serve? Serve para limitar o número de estrelas em uma só equipa, logo serve para aumentar a competitividade da prova, em consequência, aumento dos espectadores e receitas geradas pelo negócio. Quanto a tectos salariais em empresas privadas, era uma legislação estúpida, simples, em Portugal têm-se muita iniciativa legislativa e depois como se fiscaliza? Só um exemplo: Sócrates legislou sobre a transmissão de valores superiores a 500€, que tinham 10% de IS a pagar por que recebe, ora o mesmo Sócrates pediu ao seu amigo Santos Silva valores consideráveis de empréstimos, logo valores tributáveis em 10% de IS, algum dia os declarou e pagou? Por exemplo o juiz Carlos Alexandre foi-lhe emprestado 10 mil euros por amigo, coisa natural, e depois pagou, logo tiria de ser pago 10% de 10 mil euros pelo Juiz Carlos Alexandre e depois pela pessoa que lhe emprestou o dinheiro quando recebeu de volta, faz sentido tal Lei, ou isto não passa de um confisco? Enfim…

Sem imagem de perfil

De Dedetê a 03.08.2017 às 12:06

Pode, Anónimo, então não pode?

Mais milhão menos milhão, qual a diferença entre o ReiNaldo ou o Pogba e o Neymar?

Anónimo, não faça perguntas difíceis, porque o Pedro Fernão de Magalhães Correia embatuca sem resposta e depois amua.

Imagem de perfil

O “anónimo” tem nome, imbecil.

Sem imagem de perfil

De António Vaz a 03.08.2017 às 17:16

Ele não só “embatuca sem resposta e depois amua” como quando lhe apontam isso, reage como uma virgem pública apanhada num bordel: “O “anónimo” tem nome, imbecil.”

Imagem de perfil

Este andou a esbarrondar-se em bordéis e anda louco por narrar as memórias íntimas.
Lamento, mas não estamos interessados.

Sem imagem de perfil

De amendes a 03.08.2017 às 11:33

“OMO”– lava mais branco…

Imagem de perfil
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 16:52

E o negócio da Banca, não é igual? Assim como o da Google e demais Corporações? É sistemático. É estrutural, não conjuntural

Imagem de perfil

O PSG tem escasso currículo desportivo. E está a pretender construir a casa pelo telhado.
A história repete-se: nos anos 70, clubes norte-americanos como o Cosmos de Nova Iorque fizeram contratações milionárias, levando para lá as maiores estrelas da história do futebol: Pelé, Beckenbauer, Cruyff…
Lá está: queriam construir a casa pelo telhado, pegando nas vedetas pagas a peso de ouro para tornar os EUA o país central do planeta futebol.
Falharam, claro. Vários desses clubes extinguiram-se em poucos anos. Estava escrito nas estrelas…

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 17:05

Assim como a Enron? Ou como os investimentos da Efacec nos EUA? Pedro hoje tudo é uma enorme bolha…

Imagem de perfil
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 17:58

Em cheio!! Com um misto de taoísmo!

Imagem de perfil

Oba! Amanhã jogo no euromilhões.

Sem imagem de perfil

De fatima MP a 03.08.2017 às 11:40

Nem mais. Pornográfico, obsceno, provocador, vergonhoso, razão mais do que suficiente para existirem revoluções …

Imagem de perfil

Obsceno, sim. Este futebol que já nada tem a ver com desporto está a transformar-se numa descomunal bolha financeira que acabará por rebentar. Começando por cá, onde quase todos os clubes gastam em regra mais do que as receitas permitem e têm passivos financeiros de alto risco.

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 12:53

Não vejo obscenidade nenhuma. É o mercado livre a funcionar. Aquelas leis da oferta e procura. O que se passa no Futebol SA, acontece também em muitas multinacionais, em que o CEO ganha milhões e os funcionários tostões e por vezes até perem fundos de pensões. Em que empresas privadas falidas pagam prémios aos seus gestores. Tudo digno, Tudo legal. Bendito seja o Capitalismo.

Imagem de perfil

Já não percebo nada. Você não é comunista-bolivariano?

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 14:29

Eu sou nada. Parafraseando o sábio Barba de Árvore ” Não estou do lado de ninguém porque ninguém está do meu”

Imagem de perfil

Essa frase não é do Baba de Camelo?

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 16:54

Não seja babaca!

Imagem de perfil
Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 19:28

Sem imagem de perfil

Nasser Al-Khelaifi tem ali uma lavanderia topo de gama. Deve estar mesmo preocupado com a despudorada imoralidade da situação. Afinal é um segredo de polichinelo, isto das transferências e dos salários milionários.
E tem razão Pedro, normalmente rebenta o elo mais fraco.

Imagem de perfil

O deus cifrão destronou a bola no reino do futebol. Este brasileiro, segundo a avaliação agora feita pelo clube que pretende contratá-lo, vale metade do orçamento anual do Ministério da Cultura em Portugal.

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 17:08

Dulce, fraco no sentido do mais honrado?

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 04.08.2017 às 11:55

Não, Vlad, fraco no sentido de mais “teso” com a pretensão a exímio nadador num shark tank

Sem imagem de perfil

Ooops! L’Anónimo c’est moi ! Pardon

Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 03.08.2017 às 15:46

Pornográfico também me parece.
Mas repare-se como, perante a passividade da maioria, aparece sempre gente a defender estas “vendas/compras”: ora dizendo que é o mercado a funcionar, ora porque os comentadores são do Benfica (ou do Porto, ou do PSG), ora porque é gente que é sempre do contra, ora pelos mais variegados muitos, quantas vezes fúteis.
Todavia, a mim parece-me que não há muito a fazer, apenas esperar que as mentalidades mudem, não se sabendo quantas gerações para a frente. Infelizmente.

Imagem de perfil

Hoje, à hora do almoço, vi uma pequena multidão numa estação de metro: 80% das pessoas ali concentradas tinham a cabeça baixa, cada qual mergulhando a atenção no respectivo telemóvel.
Era a imagem perfeita de um tempo pós-revolucionário. Nenhuma revolução é possível – em qualquer dos sentidos do termo – quando a esmagadora maioria das pessoas permanece cabeça baixa.

Sem imagem de perfil

De Vlad, o Emborcador a 03.08.2017 às 17:02

Mau!! Então mas o Pedro agora é Bolivariano Verde tinto? Anseia pela revolução? Pedro, deixe lá estar as coisas como estão que isto deu um trabalhão do caraças para chegarmos aqui…hoje fiz umas centenas de euros livres de imposto. I love this game!!

Sem imagem de perfil

De António Vaz a 03.08.2017 às 17:22

“Era a imagem perfeita de um tempo pós-revolucionário. Nenhuma revolução é possível – em qualquer dos sentidos do termo – quando a esmagadora maioria das pessoas permanece cabeça baixa.”
Ups, maldito uísque… vou mesmo ter de o deixar de lado até começar a ler este blogue

Imagem de perfil

Basta não consumires o de Sacavém.

Sem imagem de perfil

De Makiavel a 04.08.2017 às 10:50

As transferências no futebol já são pornográficas há muito tempo.

A partir de que quantia é que é pornográfico?
Os 100 milhões pagos pelo Ronaldo já não eram pornográficos?
E os 70 milhões do Figo?
Ou isto é apenas uma questão de nacionalidade dos envolvidos?

Imagem de perfil

É pornográfico a partir de 69 milhões.

Sem imagem de perfil

De Fernando a 04.08.2017 às 11:37

Talvez seja uma questão de nacionalidade, como assinalas. Talvez não. Afinal, para ser o mais caro, teria que ser um brasileiro ou um argentino.

Sem imagem de perfil

De Makiavel a 04.08.2017 às 13:14

Se tivesse sido o Ronaldo a ser transferido por quantia idêntica, talvez não houvesse este clamor de indignados de última hora e talvez assistíssemos a um discurso laudatório das qualidades futebolísticas do jogador luso. A questão da nacionalidade está aqui.

Sem imagem de perfil

De fernanddo a 04.08.2017 às 14:56

Makiavel a dor ainda fica mais densa porque não há propostas pelo excelente jogador que é o Ronaldo. Que já trata de cuidar da reforma, povoando a casa de miúdos. Tem passado e presente. Futuro? Claro. Mas, nada que chegue a 220 milhões. E aí, embora disfarçado, aparecem os críticos de plantão contra o franzino brasileiro.

Sem imagem de perfil

De Fernando a 04.08.2017 às 13:36

Complemento o vínculo da pornografia com a nacionalidade. Caso fosse o CR7 Portugal não estaria em festas? Feriado na Madeira!

 

SIMILAR ARTICLES

0 14